Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sexta-feira, 23 de maio de 2014

vinte e três de Maio/Ninguém engana a vida...

Ninguém engana a vida...
O agora é incapaz de interpretar
O que és; as tuas puras ilusões
Acredita que o futuro tudo desmente
Se no agora, vives em confusões...

Não recebes aviso prévio
Pro azar te desdizer
Ele é a conta da vida
Que chega sem se querer

Ninguém engana a vida
Na hora da sua verdade
Quanto menos se espera
Essa vida “ Já era “compadre.

Se vais na vida te enganando
Conciso que é pra enganar
Não tarda tens tua conta
Aqui, tudo se há- de pagar.

20/Maio/2014



margui



















Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida