Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Simplesmente agradeço...!!!

Agarrei no instrumental de “Tace il Vento” dado pelo professor Pedro M. Nunes e aí vai...


Lua anuncia a noitinha...e nós, iniciamos viajinha...

Os pezinhos ao caminho
Duas almas pra abraçar
Universo de carinho
Duas festas de encantar...
Os dez anos da princesa
Os noventa da Vó Lisa
A família uma riqueza
Vida, vida a festejar...



Sorriamos para a vida
Amemos nossa raiz
Haverá maior medida
Que fazer alguém feliz!?

Bate o sangue na corrida
O respeito dos valores
São os nossos bastidores
Valha a força que bendiz!

Valha, a força, que bendiz!!!
Valha, a força, que bendiz!!!
Que bendiz!!!


24 e 25 de Janeiro de 2015



Mª Guida Rodrigues

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Os versos dos meus poemas


Os versos dos meus poemas
Todos têm força imensa
Estão num palhaço de circo
No sorriso duma criança
...Agora,
porque está frio
Estão debaixo do cobertor
Aqui, é sua primavera
Enquanto não vier calor.
...
Depois é vê-los solfejar
Nos pólenes de tanta flor
E a todo o mundo mostrar
Qual é o verdadeiro amor...
...
Em tantos significados
De momentos entrelaçados
Não há momentos embaraçados
Mas sim...
...verbos abençoados

O verbo amar transitivo
Que derruba qualquer perigo
Cada poema, o maior instrumento
Que me modifica cada momento...

Vou numa estrada sem começo ...
E sem fim...
Onde levo a si ,
Amigo e leitor
E a mim...


Mª Guida


13/01/15

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

As janeiras/vídeo da minha brincadeira


janeiras

refrão

Nós somos os cavaquistas
Janeiras(ou “e os reis”)vimos cantar
Vimos trazer nossas festas
E convosco festejar
Trazemos muita alegria
Saúde, paz e amor
Tomai nossa companhia
Aqui ao vosso dispor
             I
Senhor.......está frio
Abra-nos a sua porta
Ofereça uma pinguinha
Para aquecer a nossa boca
Se pinguinha não tiver
Um chazito também dá
Que a garganta está seca
Já custa poder cantar

 refrão

                II
Não pedimos um chouriço
Que a vidinha está má
Nosso grupinho é castiço
Só pra rir viemos cá
No meio de tanta crise
Trazemos nosso sorriso
Pense bem e analise
Pra viver ele é preciso.

refrão


Mª Guida Rodrigues

domingo, 4 de janeiro de 2015

dois mil e quinze, vem afoito!

Dois mil e quinze, vem afoito
A soma de seus dígitos é oito
É o símbolo do infinito...

Queremo-lo ano bendito!!!...

Mª Guida