Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




domingo, 27 de agosto de 2017

Uma luz

Uma luz abana os gemidos
E quebra da mente o pensar:
_ Avalia pelo teu peito
...se a atitude é desse jeito
São esses os seus caminhos
...Andá-los, sem volta a dar...!!!

Os pés andantes nesta terra
E a mente que espelha a vida
Não é este ser que a erra
Foi a trouxa escolhida
Tamanho da sua serra!
No além duma partida...

2017-08-27


MG

domingo, 6 de agosto de 2017

tanta coisa boa!



Aquelas escadas de granito
Aquela  varanda  de madeira
Aquela estrada, o meu grito
...Prá minha  empresa Cimeira

Sonhava que esse trajeto
Me levava a outro lugar
Verdes, meus verdes anos
Mas maduro o meu sonhar...!

Cada nascer e pôr do sol
...me embebiam de ansiedade
O trilho pró meu farol...
Em busca da liberdade...

Única, mas era gostosa a dor...
Porque tinha ao meu redor
Um trio que me mimava
E me encantava!

Um corpo de avó que eu sentia mais pesado
Quase sempre sentado
Com regaço de ternura
Seus olhos, doces de  alado
Cediam pura serenidade...
Verdade, equidade...
...E lonjura

Outro corpo de tia avó, muito elegante
De riso estonteante
Braços e carinho que me enlouqueciam
Nos abraços que me queriam...

O outro corpo, o de avô, alto, potente
Que andava a cavalo e cantava contente
Com um coração do tamanho do Mundo
E sentimento profundo...

Ditavam-me regras
Responsabilidades, com carinho
E o almanaque Borda d¢Água
...Era nosso fiel amiguinho
...
Eu com ele, aprendia
...Letra a letra, o avô lia
Muito devagarzinho...
Com tal magia!
...
Não tinha o alfabeto orientado
Mas tinha letrinhas em todo o lado
Era-me um mundo encantado!!!
Com recheio espevitado...

Prognósticos ???para todo o ano,
Tinha tudo, com caetano
Astrologia,
Meteorologia
Provérbios e mezinhas
E também tinha adivinhas
Fases da lua
Agricultura
Mares e marés
Cultivos a pontapés
Calendários e efemérides
E algumas intempéries

Na quinta, muito se trabalhava
E o Borda d¢Água, bom jeito dava
...Empoleirada nas cerejeiras, eu sorria...
Cada ano, parecia um dia!!!

Tanta coisa boa!
Do cheiro da maçã assada à broa
Do presunto
Da matança, do unto
Da aguardente no alambique
Do ping ping ao despique
Da desfolhada
E da Tia que de Lisboa chegava
Mais civilizada...
E que um dia me indicou
O trajeto dessa estrada...!
...Tanta coisa boa!

Não há enciclopédia onde eu possa guardar
Toda a minha infância, neste lugar
Aqui a eternizo, com muita saudade
E um grande abraço de fraternidade!!!


Maria Guida

Agosto de 2017