Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quinta-feira, 21 de março de 2013

4º aniversário


21/03/2013, é Primavera!

Renasce outro aniversário
Do meu “sítio” publicitário
O meu bloguinho
Tido com carinho
O “cantinho só meu”
Quatro anos de laréu!

Quero ser feliz, cantar e tocar
E com o Universo poder partilhar
Vivo este planeta, amo este espaço
E a cada ser, envio o meu abraço


Um abraço a todos aqueles que por aqui passaram e deixaram mensagem e também aos que passaram e responderam com o silêncio.
Um bem-haja a todos.

Maria Guida Rodrigues

quarta-feira, 20 de março de 2013

Dia Internacional da felicidade

Dia  Internacional da Felicidade
Coincidências na vulgaridade?
Hoje, já há violinha...
Que felicidade a minha!

No meu quintalito, um trevo encontrei
Boa sorte, surpresa, Primavera, eu direi!
É o verde da esperança em continuar
Conjugando diário, a palavra amar


                                                                                                               Maria Guida Rodrigues

quinta-feira, 14 de março de 2013

Há o impossível...



Depois de ver o filme, foi-me impossível, não deixar rasto...

     

Vives cumprindo promessa
Vai calmo, não tenhas pressa
Ao impossível, ninguém fugirá
O Universo, cumpre e cumprirá

O sorriso de criança,
O abraço de um amigo
Abriga-os, preserva-os contigo
És família, amigo, irmão
Sociedade enérgica, em união!

Na aflição,
Agarra a força, a coragem
A partilha, a cada ser
O erguer ao impossível
É possível,
Para sobreviver!

Não te agarres à idade, ao sofrimento
Ao género, ao número
Que o infinito é inúmero
E nunca dorme no tempo...

E Chorando
Ajuda, do branco ao negro
E do negro a qualquer cor
O choro de  raiva, na dor
É grande prova de amor


Exora ao teu mundo, labuta
...
No silêncio do desespero
Alguém te escuta
...
Fecha os olhos, clama às estrelas
Pensa algo bom e sincero
Verás neste espaço infinito
A grandeza deste mistério

                                                    Aos meus amigos

Com um beijinho carinhoso
Maria Guida Rodrigues

terça-feira, 5 de março de 2013



Cá vamos andando devagarinho com o nosso mestre José Carita e os nossos cavaquinhos.
Participação no 5º aniversário da tertúlia "Conversas com princípio e fim" do casal Moura.
Sociedade Musical Odivelense