Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




terça-feira, 8 de junho de 2010

deixo terra firme e levanto/S.Miguel/Lisboa

Deixo a terra firme e levanto
Levanto-me aos céus
E…
As minhas asas inertes
Unidas ao peito
Aconchegam sonhos meus

Encostada à janela, sem parapeito
Penso, agradeço com respeito:
- Valha-nos Deus!

Nostalgia destes dias
Da corrida da aventura
Tenho na alma a doçura
Das doideiras e alegrias
Das partilhas e euforias
Na e da vossa/nossa companhia
“Valeu”

Maria Guida Rodrigues