Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Percorrendo Andalucía...

Percorrendo Andalucía

Em frente, a calmaria do Mediterrâneo vem
Lá atrás, as montanhas a aconchegarem
Aos lados, o cultivo do baixo plástico
No entardecer, um sol-pôr, fantástico!

Mergulho meus sonhos aqui em frente
Gostosa e calma, esta água mais quente
Adoro boiar, agradecer este cristalino céu
A este mar, que hoje, parece só meu…

Ao meu lado, sem medo, grandes cardumes
Salpicam na água, borbulham, fazem cumes
Oiço o silenciado sussurro deste mar
Que me acaricia, neste ondulante bailar

Percorro aldeias brancas, perdidas nas montanhas
Costumes e gentes humildes, de almas tamanhas
A história, os museus, as festas e as romarias
O pulsar, a cada esquina, de tantas alegrias

O que eram e diziam estes lugares em outros tempos
E o que nos oferecem nestes presentes momentos!
São provas de que tudo tem energia, nesta roda andante
São alarmes, para a nossa luta positiva e constante…

Muitos hectares sob plástico, na tropical Andalucía                    
Exploração virada para exportação, válida economia
Aqui existe a maior produção de frutos e hortaliças
Ao ano, três a quatro colheitas, podem ser vistas

Galgando a norte, alguns quilómetros de estrada
Encontramos a beleza natural da Serra Nevada
Lugarejos escondidos, com preciosa simbologia                                                     
Testemunha-nos com amor, a Senhora das Neves, Maria!

Ao entardecer, olho o ocaso, agradeço este dia
Largas à imaginação, carregamentos de energia…
Cada amanhã é outro dia, que devemos renovar
Além do que mais compete, há que saber preservar…

À noite nesta água tão calma, em respiração sustida
Olho a lua cheia e a estrela polar, ambas em magia…
Despediu-se o sol, chega a noite e o prateado luar
Desfrutando estas dádivas, é urgente que saibamos amar...!!!

m.g.

Em 21 de Setembro de 2010    Adra…

Andalucía...

Confira ESTA Apresentação SlideShare:
Andalucía ...
Veja Mais Vídeos Partir de uma GuidaMaria Rodrigues.


terça-feira, 28 de setembro de 2010

No peito, a cada passo a mente...


No peito, a cada passo a mente

No peito, a cada passo, a mente
Testemunha-a, o coração presente
À volta, uma total incerteza
Sonhamos todos por uma beleza…
Ao acaso nada acontece
E a novidade aparece
Apressou esta chegada
Abriu sua caminhada

O que tem que ser, é força de crer
Armas valiosas a este nosso viver…
Desejos inconscientes, perfeitos!
Que tão bem, nos são satisfeitos…!

Sinal que ninguém está a sós
Já diziam nossos avós…
A surpresa deste berço
De presente a Deus ofereço!


m.g.                        15/09/10               
              

Do nada o meu tudo...


Do nada o meu “tudo”


Eu sou uma planta, cresci erva daninha
Sachei, cultivei e voei como andorinha
Lavrei projectos e pla vida me apaixonei
Plantei ideias, colhi o que semeei!

Do nada apareci e tudo encontrei
Do nada cresci e meu “tudo” amei
Com o nada quero ir andando…
Com o nada continuo sonhando

O tempo e espaço não eram valia
Não existiam, porque a correr eu ia…
Subtilmente, me levaram a parar
Acordei!!! Valeu a pena sonhar!            




O nada e o meu tudo…

m.g.  Set/2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A verdade?! No mundo...hoje...


Por quê não somos nós mesmo
Dentro dos sabores da vida
Se os dias mais gostosos e os menos
Fazem parte desta briga
E se as aparências forçosas
Nunca nos serão honrosas…?

Se erraste…

Nesta atmosfera, ainda podes dissipar
A energia obscura do teu mundo lar
Agarrando a corrente do agradável
Alimentando só o saudável
Com todos e a todos mostrando
A verdade no que estão falando…

É urgente sentir:
A música da auréola diária
Guardá-la, senti-la como aliança
Para não deixar entrar nela
O que não for de esperança

É urgente inferir:
Que a esperança assenta em razão
Que não queremos desapontamentos
Que Temos o mundo na nossa mão
Que Nada é inelutável, se temos intentos!...

É urgente admitir que:
_Tuas palavras, actos, não são mais magia!!!
_Nos mostram os teus conceitos…

Então assume! E...
_Tua verdade, será boa energia
_Tua humildade,quiçá grandes feitos…


Ao mundo cão com que nos deparamos nestes dias…


                                                                                                                      m.g.         03/09/10

Poderá também gostar de:

A verdade?! No mundo...hoje...