Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sábado, 10 de maio de 2014

dez de maio/que calma!


Que calma!


Que calma, que amar, que música
Nos céus, na terra e neste ar
Coaxar, festa da existência...!
Parece-me um ressuscitar...
Vejo-me a cantar com as rãs
Surjo a brilhar com a lua
Não anseio pelas manhãs
Envolta nesta loucura!
Fontes estes seres...
Mistério criador!
Eis-me, vos escuto
Rastejo na vossa terra
Vossa música eu gravo...
À beira do vosso lago
Não vos largo...
Senhor, que devo fazer?
“Ama “me brada a voz íntima
Amar cifra o dever...


Margui


07/05/14

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida