Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




domingo, 25 de maio de 2014

vinte e cinco de maio/Não abras tua boca

Não abras tua boca
Que a verdade pode ser louca
É calmo nada dizer
E tudo se fica a entender
Se falares verdade, só pla metade
Do sentir e do ver
Não abras a boca
Deixa esquecer...

Se num amanhã
Numa outra paragem
Olhares de saudade
A tua bagagem...
...Foste onde quiseste
Viraste a tua roca
E assim foste feliz ...
Não abras a tua boca...


21/maio/2014



margui

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida