Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quinta-feira, 8 de maio de 2014

oito de maio/A lua

A lua


A lua ascende meu céu noturno
Empurrando meu recente diurno
Mostra ao mundo todo o seu esplendor
É uma clareira mágica, cândida luz de amor

Hoje aparece para mim diferente
Eleva meu espírito, põe livre a minha mente
Irradia uma aura feliz, harmoniosa
Abraça -me com sua inspiração luminosa

Num ir e vir incessante, eterno
Marca-me  neste lugar etéreo
Sinto a meu lado um oceano trépido
E vós serena, com espírito destemido

Às vezes, encontro-me perdida
Vagueio em busca da felicidade
Contigo me refúgio, adormeço mais contida
Mostra-me sempre o que é “ser realidade”!




Margui

1 comentário:

  1. A lua nasceu e cresceu no além.....hoje até me apetecia cantar essa linda canção de embalar, que nos ensinou o nosso grande mestre Carita! , porque ontem fui conhecer e pegar ao colo a minha nova sobrinhita neta . A Isabelinha! 2,850 grs de gente formosinha, rosadinha e muito chuchona! Fiquei ali "ofuscada", meia hora a olhar para aquela maravilha!

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida