Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sábado, 24 de maio de 2014

vinte e quatro de maio/Em poesia tudo é possível

Em poesia tudo é possível
Tudo se torna verdadeiro
É ir buscar-se o incrível
É ser-se, num corpo, inteiro!!!

De flor em flor, deposito meus sentimentos
Trocamos de energias...momentos ternurentos!
Este malmequer, bem me quer
E ai de quem se apuser
Ele é muito ciumento
E baba-me com seu talento...


_Malmequer, bem me quer, será que estás atento?
_Claro!!!Mania do arreliento!
Será que é pelo vento?
Espera que um beijo te assento ;) J

24/05/2014


margui

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida