Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




terça-feira, 20 de maio de 2014

vinte de maio/Sinto nas canções meus olhos bem concentrados













Sinto nas canções meus olhos bem concentrados
Que endereçam ao coração, magia fremente
Amor que deles emanam calorosamente
Fico quieta, em desvelo, contemporizado...

Enleio-me fascinada, ornada neste ambiente
Quando atiro os versos que me são doirados
Nasço numa mística cuidadosa e reluzente
Sonhos libertos de mil cuidados...

Silenciosamente assisto a tanta saudade
De tudo, do nada, alegre e sem medo
O acaso me aponta meu caminho

Aliás, eu vivo à sombra duma claridade
Não existe a nuvem, nem embuçado segredo
Tudo que me assiste, reina pra eternidade...


Margui


12/05/14

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida