Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




terça-feira, 1 de abril de 2014

um de abril de 2014/Meu banho lágrima caiu do céu

Meu banho lágrima caiu do céu




Meu banho lágrima, caiu do céu
Me deixa abalada, em canto meu
Meu pequeno sorriso fugidio
...Só exprime o lado sombrio

Com esta chuva e vendaval
Não quero pétalas caindo
Vale mais estar fechadinha
Que ao vento me destruindo...

Quero acalmia, em minha janela
Quero meu sonho a brilhar
Quero que as minhas lágrimas
Em cristais sob o sol...
Se venham a transformar...



Margui


01/04/14

3 comentários:

  1. Lindo!!!!!
    Continua...os teus poemas enchem o coração!
    Obrigada pela partilha

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. O meu semblante fica como esses botões. Fechado, sem graça, com vontade de hibernar e só abrir os olhos com sol!

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida