Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sexta-feira, 11 de abril de 2014

onze de abril/Ninguém ocupa o lugar de alguém



Ninguém ocupa o lugar de alguém



Nem o meu coração balança
Nem quero perder a esperança...

Ninguém, nunca vai tomar o lugar  de outrem
Nem ninguém ocupa o lugar de alguém
Cada alguém, é-me sempre inesquecível,
No meu coração, cada gaveta é insubstituível
...
E que lugar ocuparei eu?
Sei lá!!!...
Esta pergunta eu não sei, esquece
...Fica pra quem me conhece
Outra resposta ser-me-ia incrível!!!

Margui


08/04/2014

2 comentários:

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida