Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




segunda-feira, 7 de abril de 2014

sete de abril/ Ter criança, é ter beleza no meio do caos





Ter criança, é ter beleza no meio do caos
...
É ter amor pra saber dar
É um todo entregar...
A sala vira bagunça
E a alegria triunfa...

É lembrar meus avós, aquelas glórias
Com um sorriso de ternura, conquistando vitórias
Suas nuvens leves em seus cabelos
Elevando ao céu seus pesadelos....

É rever - me criança, reguila, traquina
É abrir uma janela ao passado, a cada esquina
É de cada momento não ter pressa
É dizer ao mundo :_ Vamos nessa!

É ver olhos que nunca deixam o silêncio da boca
Calar o que a cabecinha pensa
São setas que apontam a verdade, o caminho
Nada lhe é contratempo, apenas verdadeira presença...

...Se todos fossemos crianças...veríamos a diferença!!!
Todos mais felizes, com certeza!



06/04/14


margui

1 comentário:

  1. Tem de haver sempre um pouco de criança dentro de nós! Mal de quem mandou embora a criança que existia em si. Não será a mesma coisa!

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida