Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




terça-feira, 8 de abril de 2014

oito de abril/Rosas e cor de rosa

Rosas e cor de rosa


Rosas e cor de rosa
Tudo tem cheiro e cor
Se é vermelho fico nervosa
Embrenhada, na força do amor...

Sou o contrário de quase toda a mulher
Não gosto de bilhetes, nem de rosas cortadas
Com hastes nos jardins deixadas
Tristes, bem tristes a amortecer...

Deixai que as flores, as rosas
Completem o ciclo de vida
Cortadas, vede-las secar
Antecipada despedida!

Adoro vê-las no jardim
Adoro a veracidade das pessoas
Não gosto de bilhetes sem vida...
Falai-me nos olhos, essas coisas boas...

04/04/2014


Maria Guida Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida