Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




segunda-feira, 14 de abril de 2014

catorze de abril/Fui gaivota por uns instantes

Fui gaivota por uns instantes

Fui gaivota por uns instantes
Cheirei a água, a areia e a sal
Sumiram- se -me as palavras da lembrança
Não fui nem criança...!
Estive muito bem, afinal...

Estive serenada em meus cílios
Pisquei e repisquei...
E isquei para as minhas íris...

Que melhor oferenda este céu me podia dar?
Só a magia deste mar...!



Margui


10/04/14

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida