Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quarta-feira, 16 de abril de 2014

dezasseis de abril/Mãe de olhos cansados

Mãe de olhos cansados

Mãe de olhos cansados
Momentos chorados!!!
Alegrias, tristezas
Vitórias e fraquezas
Tantos turbilhões em minh¢ alma
Incendiados!!!

Saudades  da minha criança...
Dos lugares cheios de esperança
Dos sinos repenicados por alguém
Das forças do além...

Do Cristo que veio à terra para nos guiar
Dos momentos a sós junto a seu altar
Do cuco que se despede a cantar
Por ver o sol a ir-se deitar...
Das lagartas dos pinhais
Dos quintais...
Do pólen que tudo cobre
E com as mãos se sacode
Das alergias que fazem coceira
E levamos para a brincadeira
....
Meu peito continua apertado
_ Para tempo endiabrado!!!
Deixa que as andorinhas
Permaneçam em teu telhado...


Margui


13/04/14

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida