Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

vinte e cinco de janeiro/Minha estrelícia

Minha estrelícia
Minha ave do paraíso
Custa a desabrochar
Com este griso!

És uma herbácea perene
...
Oval e oblongada
De cor verde azulada
Da África do Sul emigrada
E neste país encantada!

Tens folhas rijas e coriáceas
Belas e alongadas foliáceas...
Nelas me escondo e tem graça...
A tua energia me abraça
Adoro essa tua raça!
Bela e porreiraça ...
margui

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida