Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

dezoito de fevereiro/não sou vista

Não sou vista...
Não olho para tras
E em cada pegada
O que não quis
Jaz

Bato com mais força
Faço o corpo mais pesado
Quando um pensamento
Me leva mais cuidado

Cada pegada valida
Instrumento de canto
Que entoa
Comigo
As notas da vida



margui

1 comentário:

  1. Pisas areia molhada,
    com sapatos musicais,
    desenhas uma clave
    e trauteias :ois, oais.
    Essa tua juventude não desarma. Continua!

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida