Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Cinco de Fevereiro Rio Vouga

Com o instrumental de" Viseu Senhora da Beira"fiz uma letra para o meu vizinho rio Vouga.


Rio Vouga


Calmante, meu rio vouga
Descendo a serrania
Vais beijando tuas margens
Sorrindo, dizes bom dia
No teu seio a saltitar
Os barbos, bogas e trutas
Amieiros  a espiar
Palavras que de mim escutas


Vouga
Tu que nasceste na Lapa
O teu encanto não escapa
Tens brio nesse teu jeito
Na foz
Estuário em teu regaço
Peixe, moliço e sargaço
São riqueza de teu leito


Debaixo dum pedregulho
Um dia te vi nascer
Criança senti orgulho
De tua água beber
Desci a serra da lapa
Acompanhei teu trajeto
Eis-me na ria de Aveiro
Meu sonho, fez-se concreto


maria guida rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida