Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

vinte de janeiro


Cu amargo do limão, adoço a minha boca
Se o limoeiro falasse, ai diria que eu sou louca...)
Ele é a testemunha que tudo vê, escuta e guarda
Bom seria, se à lua espelhasse, seu cortinado e  vanguarda...

Abro a janela e lhe digo bom dia, a cada manhã
De junto dele, vem o cheiro a flores e hortelã...
Refila-me que no Inverno,  sou a desarrumação vera
E eu digo-lhe baixinho:
Psiu tens razão!!!Estou à espera da Primavera!!!





Maria Guida Rodrigues

1 comentário:

  1. Simpático esse limoeiro!

    Espero que o meu pequenino
    Cresça tanto como o teu!
    O aroma dos seus frutos,
    Antecipadas das suas flores,
    São um dom que DEUS lhe deu

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida