Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sábado, 4 de janeiro de 2014

Quatro de Janeiro



Quatro de Janeiro,acordo com chuva e vendaval
Eu abro a janela e o tempo escuro chama o meu xaile
E recordo já longínquo  um contributo tão essencial!!!
O inestimável valor do sistema Braille

Graças ao Universo, eu vejo.!!!

Quão belo é poder apreciar a chuva, o vento
O cinzento deste tempo...
Quão belo é poder tatear com as plantas molhadas

Visualizar nelas, as gotículas prateadas...




Quão belo é veres quem te dá calor humano
Nele está teu mar, tua brancura de paz, teu oceano...

Gestos e detalhes que a vida nos oferece...
Coisa de felicidade...de vaidade
Que a vida ...a tua, a minha, a nossa
Nunca esquece...
Se merece e se agradece!




Maria Guida Rodrigues

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida