Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Dez de Janeiro



Canto ao céu do meu jardim
Canto ao céu da minha horta
Quem quiser saber de mim
Qualquer lugar, minha porta

Entro nas coisas da vida
Cada caso uma lição
Qual delas mais colorida
E, na melhor ocasião

Misturo o cheiro das flores
Com raminhos de hortelã
Perfumes, esses amores
Coentrada põem em pé

A música e seus efeitos
Misturo à companhia
Os meus amigos perfeitos
Pequenas, grandes coisas, quem diria?

margui

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida