Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sábado, 7 de junho de 2014

sete de junho/A rosa do meu jardim

A rosa do meu jardim
Tenho para te oferecer
Uma rosa do meu jardim
Uma nesga de prazer
Para quem gosta de mim

Quis segurá-la  na mão
Pra lhe dar minha energia
Encantar teu coração
Com um momento de magia

Cantei-lhe uma serenata
Aqui debaixo do alpendre
Palavras em catarata
Que só coração entende

Gostava de ta oferecer
E ler-te todo este verso
E nos olhos te dizer:
_ Belíssimo nosso Universo!


28/05/14


margui

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida