Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sábado, 14 de junho de 2014

catorze de junho/Vós...rosas

Vós...rosas

Vós  estais nos poemas que eu faço
Vós estais em meu regaço
Vós e eu, tudo tão fugaz
Vós que me trazeis a paz!

Fecho os olhos e vós estais...









Comigo, 
...também vós, dais ais


Vós  tocais em meu infinito
Vós chorais um orvalho bonito
Vós estais em meu regaço
Vós estais nos poemas que eu faço!

Margui


11/06/14

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida