Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sexta-feira, 6 de junho de 2014

seis de junho/No meu abraço

No meu abraço
Não há cães a ladrar
Não há ruídos...
Nem preces ou rezar
Apenas uma música calma
Que me enche os sentidos
E serena me acalma
A alma...

Não há luzes que firam o olhar
Só uma chama ténue, neste espaço
Com cheiro a incenso e jasmim
...
E eu me sinto só a mim
No meu abraço
De amar...!

02/06/14


margui

Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida