Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quinta-feira, 20 de julho de 2017

Levo saudades...

Levo saudades...


Vou embora e levo saudades,

Deste leito à vela,
Deste armário,
Deste meio de informação
... talvez não...
E do cadeirão
Encostado à janela...

O mundo rola em conjunto
Ignoto em seu pelejar
Vamos despertar ao segundo
E ao segundo deixar rolar

Vou embora e levo saudades,

Levo saudades desta vidraça
Que fez tanta companhia
Quando o ego destilava
E eu sorria...

Levo saudades das peças brancas
Das azuis
Do sorriso mais alegre
Ou carrancudo...
Levo saudades de tudo!

O mundo rola em conjunto
Ignoto em seu pelejar
Vamos despertar ao segundo
E ao segundo deixar rolar

Nas paredes e nos tetos
Testemunhos de meu lugar
Deixo a minha energia
Que nunca será demais...,
Deixar...

Levo saudades do “desculpe”
Levo saudades do “está a doer?”
Levo saudades do “quem aleija mais?:)”?
..Afinal, todos eram iguais
No meu querer e poder...

O mundo rola em conjunto
Ignoto em seu pelejar
Vamos despertar ao segundo
E ao segundo deixar rolar...



MG                             Julho de 2017







Sem comentários:

Enviar um comentário

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida