Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




sábado, 24 de dezembro de 2016

vinte e quatro de dezembro de 2016


1 comentário:

  1. Mas porque será que não damos valôr ao amanhecre enquanto jovens? Se soubessemos o que perdíamos!
    Bem, mas por alguma razão a vida e o tempo é feito assim!

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida