Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




domingo, 1 de setembro de 2013

Há ninfas...



                                                                       vigia
Há ninfas em levadas
E faunas em bosques
Édenes, epopeias neste céu
Madrugadas de lua cheia
E no mar...;)
O meu grande apogeu!!!
...
A rocha dorme
Eternamente estendida
Talvez ali esquecida
Sob ela a água espreita e salpica
É alma que pra mim estica...!

E do cosmos me vai soprando
Em forma de maresia:

“Não há direito sem torto
Neste mundo tão maroto...
A ti deixei meu cajado
Com ele está meu legado....
De ti só quero um bom dia
...A cada dia...
Eterna a nossa alegria ;)”...

Agradeço ao Infinito!!!

Feliz por ti ó Maria!!!





Maria Guida Rodrigues                  01/09/13

1 comentário:

  1. Valeu mm a pena ter a ideia de espreitar hoje o teu bloguinho. Lindo o poema! O mar inspira, realmente!

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida