Dizem os números que um ano cessou...e outro iniciou...Assim sendo,ou não,no tempo sempiterno,Eu Vou...Um abraço de muita paz e muito amor...a quem comigo, neste barco for...

Quando meu tempo mo permitir, porei neste espaço, o que e o quanto me possa brotar,para convosco desabafar...neste mundo de corridas, neste mundo de porquês...
01/01/2017
margui




quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Eu canto, não vou chorar


Embrenhada no maneio...,e porque vi chorar quem não o merecia..., embrenhei por aí....e dedico a quem sofre a malvadez dos vivos...

Eu canto, não vou chorar
Malvadez de tanto anho
A mim mesma quero amar
E o reles vá cu dianho

Ai, eu quero
bailar cua vida
bailar cua vida
bailar no tempo
viver cada mocidade
adoçar cada momento

Eu remedo as más línguas
E rio da cobardia
Sacudo bem essas mínguas
Ajeito a minha iguaria

Ai, eu quero
bailar cua vida
bailar cua vida
bailar no tempo
viver cada mocidade
adoçar cada momento


Para ti, com a maior força do mundo...

Maria Guida

2 comentários:

  1. Obrigada amiga
    Se quero viver normal é isso mesmo,e eu vou conseguir acredita.Obrigada pela força.Já estou muitos pontos acima.
    Beijinho e até sexta

    AGE

    ResponderEliminar
  2. Olá Guida,

    Que liiiindo!!!!!
    Tens razão, há muitos que choram sem o merecer e essas pessoas merecem toda a nossa força e todo o nosso carinho... Adorei!!!!!
    Bjs carinhosos.
    Patricia

    ResponderEliminar

É um prazer, receber o seu comentário.
Obrigada pelo contributo.
maria guida